É sua primeira vez em Orlando? Confira dicas preciosas para a viagem

Orlando nas Férias Leave a Comment

Caso você esteja planejando as férias e cogitando viajar pela primeira vez em Orlando, saiba que esta é uma ótima ideia! Seja com a família, com os amigos ou sozinho, uma viagem para essa cidade mágica é uma experiência cheia de possibilidades e diversão.

Prepare-se para a sua primeira vez em Orlando com as nossas dicas listadas neste post. Além de se organizar financeiramente para uma viagem internacional, sempre vale a pena ficar por dentro dos detalhes mais importantes que impactam a sua experiência.

Leia mais sobre a cidade e aproveite as dicas preciosas que separamos para você. Confira abaixo!

Orlando, um mundo mágico

A cidade de Orlando começou a ganhar destaque entre os destinos de viagem com a criação do Walt Disney World, um complexo de resorts e parques temáticos, que hoje é conhecido no mundo inteiro. Aos poucos, novas empresas começaram a se instalar por lá, como o grupo Sea World e Universal.

De um pântano, a região se tornou umas das cidades mais visitadas do mundo, recebendo milhões de turistas todos os anos. Há ainda parques aquáticos, outras áreas de entretenimento, passeios e atrações de todos os tipos para crianças, jovens e adultos. Seja qual for a idade, não há quem não fique encantado com tudo o que Orlando tem para oferecer.

9 dicas para quem vai viajar pela primeira vez em Orlando

1. Dê entrada no visto americano

Quem vai viajar pela primeira em Orlando precisa, antes de tudo, providenciar o visto para os Estados Unidos. E você deve dar entrada no processo de obtenção do visto com bastante antecedência, pois ele costuma demorar. O valor para tirar o visto americano varia de acordo com a categoria escolhida. Se você só vai passear, é preciso dar entrada no visto de visitante, que costuma valer por 10 anos.

Mas já fique sabendo que até você ter a confirmação, o melhor é não sair comprando passagens, reservando hotéis ou outros passeios pela cidade, a não ser que eles sejam reembolsáveis. Do contrário, você pode correr o risco de perder dinheiro. Portanto, embora seja difícil, não deixe a ansiedade tomar as rédeas do planejamento da viagem.

2. Escolha a época da viagem

Como você deve imaginar, assim como qualquer outro destino turístico, Orlando tem meses de alta e baixa temporada. Por conta das temperaturas mais altas, o verão – que inclui os meses de junho, julho e agosto – costuma ser a época preferida dos turistas que viajam para Orlando.

Se você estiver pensando em viajar pela primeira vez em Orlando durante esses meses, saiba que a cidade estará mais cheia e os preços costumam ser mais altos. Quem tem crianças costuma dar preferência a essa época também por conta das férias escolares. No entanto, nada te impede de aproveitar Orlando e todas as suas atrações mesmo durante a alta temporada.

Além disso, outras estações do ano como a primavera e o outono são bons períodos para visitar a cidade. As temperaturas estão agradáveis, as chuvas não são intensas e os parques ficam mais vazios. E saiba que até durante o inverno é possível aproveitar a cidade.

Mesmo com o frio, dezembro e janeiro costumam ser meses de forte movimento por conta das festas de final de ano e as decorações dos parques temáticos. O que muita gente não sabe é que durante fevereiro não faz mais tanto frio assim e a cidade fica mais tranquila.


Fonte: 10Best.com

3. Veja qual é a opção de hospedagem com o melhor custo-benefício

Orlando é uma cidade onde a oferta de hospedagem é bem ampla. Não faltam opções de hotéis para todos os perfis de turistas, atendendo diferentes orçamentos de viagem. Se você estiver indo viajar pela primeira vez em Orlando sozinho ou em um grupo pequeno, os hotéis talvez sejam a melhor alternativa.

Você tem o sonho de ficar hospedado dentro da Disney? Muitas pessoas que viajam pela primeira vez em Orlando – e especialmente aquelas que são fãs de carteirinha dos personagens da Disney – ficam deslumbradas com essa ideia. Porém, as diárias desses resorts costumam ser bem mais altas do que fora do complexo da Disney.

Já se você estiver viajando em família e, sobretudo, se o seu grupo for grande, uma boa pedida é alugar uma casa em condomínios em Orlando. Isso porque as vantagens são inúmeras. As casas são equipadas com tudo o que você precisa para a sua estadia e ficam localizadas dentro de condomínios luxuosos que contam com excelentes áreas de lazer e segurança.

Dependendo da quantidade de pessoas, o preço por dia vale mais a pena que a diária em um hotel. Ao ficar hospedado em uma casa para temporada, você não tem que se preocupar com seus itens de valor, como acontece nos hotéis, e ainda pode preparar as refeições em casa. Essa é uma ótima facilidade para quem está viajando com crianças ou apenas quer economizar na alimentação.

4. Decidindo sobre o meio de transporte

Ainda que existam algumas alternativas de transporte na cidade, na maioria das vezes, o carro é a melhor opção. Por isso, se você vai viajar pela primeira vez em Orlando, saiba que quase todos os turistas alugam um carro na cidade. Primeiro porque dirigir em Orlando é bem tranquilo, as vias são todas bem sinalizadas e o trânsito organizado.

Para quem pretende comprar muita coisa, ter um carro alugado ajuda na hora de guardar todas as sacolas e levar tudo para o hotel ou para casa. Porém, essa não é a única opção. Orlando conta com táxis, algumas linhas de ônibus e serviços de carro compartilhado como a Uber.

Portanto, na hora de escolher a melhor opção de transporte, coloque tudo na ponta do lápis. Se você estiver sozinho, pode ser que pegar um Uber em Orlando compense em relação ao aluguel de carro, por exemplo. Mas em grupos maiores, estar com um carro próprio torna os deslocamentos mais fáceis e rápidos.

5. Quais parques visitar

Mesmo quem viaja pela primeira vez em Orlando sabe que a cidade conta com vários parques temáticos, o que faz com que escolher quais deles visitar seja uma tarefa complicada. Além dos parques do complexo da Disney – Hollywood Studios, Epcot, Animal Kingdom e Magic Kingdom –, há ainda os parques da Universal, do grupo Sea World e alguns parques aquáticos.

O que você deve ter em mente ao escolher quais parques visitar em Orlando é que para conhecer todos eles você precisa de bastante tempo. É claro que isso depende do seu perfil e do ritmo de viagem, mas o mais aconselhável é reservar pelo menos um dia inteiro para cada parque.

Do contrário, você acaba não conhecendo a fundo os lugares que visita. Sendo assim, a dica é: aproveite ao máximo cada um dos parques de Orlando e curta todas as atrações possíveis. Afinal, a gente nunca sabe qual será a próxima vez, não é mesmo?

Quando se trata dos ingressos, jamais deixe para comprar na bilheteria. Além de ter que enfrentar longas filas, você vai acabar pagando bem mais caro. O melhor é comprá-los ainda no Brasil em empresas especializados, pois, dessa maneira, você consegue melhores formas de pagamento e evita ter que pagar em dólar.


Fonte: Orlando Insider Vacation

6. Busque outras atrações interessantes

Fique sabendo que Orlando não se resume aos parques temáticos. Há muito mais coisas para fazer, pois a cidade está repleta de atrações interessantes para todo tipo de turista. Se você vai viajar pela primeira vez em Orlando e gostaria de ter um pouco mais de contato com a cultura norte-americana, uma dica é assistir a um jogo de basquete da NBA, por exemplo. Mesmo para quem não é tão fã de esportes, é uma experiência que vale a pena.

A cidade também conta com museus de arte, história e outros temas bacanas. O famoso Cirque du Soleil também faz apresentações especiais em Orlando. Se você estiver por lá durante alguma das temporadas, não perca a chance de assistir a um espetáculo do circo mais famoso do mundo. Há ainda programas mais diferentes que muita gente nem conhece, como o iFly Orlando, uma torre de vento que simula um salto de paraquedas.

7. Planeje o roteiro de compras

Seja quem vai pela primeira vez em Orlando ou quem já conhece bem a cidade, as compras não ficam de fora do roteiro de viagem. Isso porque os brasileiros amam fazem compras por lá e não é à toa. Há lojas das maiores marcas do mundo, shoppings enormes, lojas de eletrônicos, cosméticos e tudo o que você pode imaginar.

Você provavelmente já deve ter ouvido falar dos Outlet Premium, onde as marcas mais famosas estão presentes vendendo seus produtos por preços bem atrativos. Dá para passar um dia todo – e, se deixar, até mais – passeando pelos outlets, pois eles são gigantescos.

Além disso, os brasileiros costumam marcar presença também nos grandes supermercados como Walmart e Target. Afinal, mais do que alimentos, os supermercados vendem de tudo um pouco, inclusive lembrancinhas de personagens da Disney, medicamentos, eletrônicos e muito mais.Caso você tenha tempo e seja daqueles que gostam de uma loja de 1,99, saiba que Orlando conta com algumas lojas que funcionam em um esquema bem parecido.

A Dollar Tree Orlando é uma delas. Lá todos os produtos custam um dólar, tudo mesmo! Tanto que nem é preciso usar etiquetas com identificação de preço. Ainda, outra que faz sucesso é a Five Below, onde os itens são vendidos por, no máximo, cinco dólares.

8. Onde comer em Orlando


Fonte: Four Seasons

Engana-se quem pensa que alimentação nos Estados Unidos é sinônimo de fast food. É claro que há várias redes de fast food espalhadas por Orlando, mas isso não quer dizer que essas são as únicas opções. Por ser uma cidade multicultural e que recebe turistas de todas as partes do mundo, quem viaja pela primeira vez em Orlando acaba se impressionando com a oferta gastronômica de lá.

Você vai encontrar restaurantes que trabalham com culinária asiática, latino-americana e de diversos locais, inclusive a brasileira. Ou seja, ninguém precisa ficar com saudades da nossa combinação tão querida, o arroz com feijão. Há restaurantes brasileiros que servem tanto pratos a la carte como churrascarias que funcionam no esquema de rodízio. Para quem procura se alimentar bem, o Whole Foods é uma boa opção. Trata-se de um supermercado que vende produtos saudáveis, orgânicos e frescos, além disso, lá você pode encontrar diversos tipos alimentos específicos para pessoas com algum tipo de restrição alimentar.

E, claro, os fast foods não deixam de ser uma opção também, especialmente para quem pretende economizar durante a viagem. Algumas redes fazem promoções de sanduíches por um dólar, por exemplo, o que garante uma refeição rápida e barata para quando for preciso.

Além disso, tratando-se de economia, uma sugestão para gastar menos nos parques é passar antes no supermercado. Mais do que docinhos e snacks, eles vendem sanduíches e outros alimentos prontos que você pode levar na mochila para quando bater aquela fome.

9. Monte um roteiro de viagem

Por fim, a última dica para quem vai viajar pela primeira vez em Orlando é criar um roteiro de viagem, pois ele ajuda muito na organização. Você pode começar a montá-lo assim que iniciar o planejamento das suas férias. Veja quantos dias você terá no total e comece a incluir os programas que deseja fazer em cada dia.

Dessa maneira, fica muito mais simples visualizar e organizar a sua viagem com calma. Só não se esqueça de separar um tempinho para descansar também. O que muita gente acaba fazendo é incluir coisas demais em um único dia e, no final, a falta de tempo pode se tornar um motivo para frustrações.

Ficou ainda mais ansioso para sua primeira vez em Orlando? Conte para gente sobre os preparativos para as próximas férias na cidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *